#8 Edição/poesia

ou tua forma

ou tua forma
inevitável um ponto
cego agudo grave
um pequeno caminho
da ponta do teu pé
até teu cotovelo
um horizonte visto
por cima um oceano
visto de lado ou tua
narrativa densa um
descanso pra outro
dia uma prosa
inconsequente assim
como quem chega de
manhã um
assobio curto longo
médio pausa para
o café um sossego
aproximado de aviso
aos navegantes uma
floresta vista de frente
uma ladeira vista
de lado ou tua paisagem
firme ou nem tão
firme assim um pequeno
caminho do teu nariz
até tua perna esquerda
um ponto estreito curto
vário ou tua voz de segunda
à tarde “j’ai besoin de vous,
garçon”

 

Gabriel Gorini, julho 2014

 

…………………….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s