cinema/instantâneos

Aleksandr Sokurov – Sonata para Hitler

Talvez por conta do seu inicio de carreira ter sido tão conturbado pela censura, Sokurov é discreto ao atribuir significados aos seus trabalhos. As “impressões” sensíveis são a parte mais importante na obra de cineasta russo, nascido em 1951, autor de grandes obras do cinema contemporâneo, como Arca Russa (2006), Fausto (2011) e Moloch (1996).

Ambientado com a música de Bach e Penderecki, Sonata para Hitler, trança uma combinação de imagens germânicas e soviéticas para criar um panorama do final da Segunda Guerra Mundial. O filme foi banido na União Soviética por ser considerado anti-comunista. Ele só foi exibido dez anos depois de terminado.

 

…………………….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s