artes visuais/instantâneos

Bruno Schulz – Desenhos

Atualmente o nome de Bruno Schulz está mais associado à literatura do que à outra arte pela qual ele era inteiramente dedicado. O judeu polonês, morto na Segunda Guerra Mundial por um oficial nazista, era um proeminente desenhista. Apesar de ser autodidata, freqüentou a Politécnica de Lvov, e brevemente a Academia de Belas Artes de Viena, sem nunca ter se graduado em nenhuma das duas.

O conceito básico do seu mais conhecido portfólio, O Livro da Idolatria, foi criado entre 1920-22. Os desenhos desse portfólio foram feitos utilizando uma técnica complicada sobre vidro chamada clichê-verre. O próprio artista comenta que os desenhos não foram pensados para a produção em massa, mas para impressões quase fotográficas, o que torna o trabalho mais artesanal e único.

Schulz - Desenho 5

Schulz - Desenho 4

Schulz - Desenho 3

Schulz - Desenho 2

Schulz - Desenho [Undula dá um passeio], 1920

Schulz - Desenho [Undula à Noite] 1920

Schulz - Desenho [Auto-Retrato] 1020

Schulz - Desenho [Adela Adormecida e Eddie], 1935

Schulz - Desenho [A Cidade Encantada II, Revolução na Cidade], 1920

Schulz - Desenho [A Besta] 1920

 

…………………….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s