#2 Edição/cinema

CENTRO

 

(vazio-cheio, cheios vazios) a presença massiva ocupa mais que o pisado – o pensado, o sentido – ocupa até os espaços sonoros, extremamente ativo. o vazio deixado parece ampliado – sons expandidos – e preenche um espaço calmo, escondido.

 

Vitor Faria, janeiro 2014

 

…………………….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s