poesia

POEMAS PARA O NOSSO TEMPO VI

(começando com um verso de Jodorowsky)

se estamos perdidos,
melhor não andarmos com tanta pressa
para não sermos presas
dos próprios passos
melhor o silêncio, escutar
a estratégia de quem já
conhece esses espaços:
pássaros onças outros
olhares de soslaio
sabendo que alimento e que veneno
nos espera na beira deste descaminho
não há mais nenhum Virgílio
para nos guiar
mas veja: nada aqui é novo
nem mesmo o labirinto
e nunca estivemos realmente sozinhos.

Sergio Cohn


I II III IV V VI VII VIII IX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *