#25 Edição/poesia

houve um senhor que se chamava isaac

p/ gabriel gorini

na cidade grande não se divide
eram três irmãos um mais velho
advogado um mais novo advogado
uma criança que queria ser
advogada por causa do pai
que também era advogado
mas imagine senhor
que na cidade grande não se divide
então levam aos montes uns discos
debaixo do braço (como se discos
existissem nesses anos de crise depois
do segundo milênio)

o primeiro morreu de velho
o irmão é claro
porque o pai continuou vivo mesmo
o filho morrendo de velho
na cidade grande não se divide
como se sabe há tempos nas
rodas de conversa como
minha vó sabia por exemplo
como meu pai nunca soube
por isso foi morar no interior
eu também já morei no interior
e tenho muitos irmãos
sete pra ser mais preciso
apesar da história ser um pouco
mais complicada e bem
menos interessante como parece
mas como estava dizendo
eu também já morei no interior
e quando vim para a cidade grande
custei muito a descobrir
que na cidade grande não se divide

havia a herança os deuses o
templo sagrado que eles
queriam derrubar
porque afinal não são tão
sagrados assim o segundo
irmão que também era advogado
foi obrigado a enterrar o pai e
por isso havia a herança os deuses
o templo sagrado que de repente
foi derrubado vamos
abrir uma empresa
alguns pensavam que o templo sagrado
é que era uma empresa
claro que estavam equivocados
a criança que queria ser advogada
já não era mais criança e
chorava chorava e chorava o irmão
mais velho (agora o único mais velho)
com a mão em seu ombro
você precisa aprender logo
que na cidade grande não se divide

nós podemos sair juntos dormir juntos
cobrir a mesa com a toalha de mesa da família
o protetor solar fator 15 os sisos retirados
a dura vida em quarenta e cinco graus
nós dizemos amém e repetem em nosso ouvido amém
como fabricar um lago assimétrico no quintal de casa
e as ruas todas dormidas os casacos de couro de plástico de lã
nem faz tão frio nessa cidade
nós podemos cantar como cantaram uns outros e outras
a crítica social o anticapitalismo
aqui na américa latina nós os brancos todos
racistas todos racistas aqui na américa latina
e ainda assim respondem as vozes
você sabe que as coisas são assim você
sabe muito bem que as coisas são assim

todos adultos o irmão mais velho
já velho o irmão mais novo um
advogado ambos sabem muito
bem que na cidade grande não
se divide é preciso continuar com
os negócios do pai uma empresa de
renome temos muitos contatos não
podemos perder isso temos filhos para
criar e em casa a televisão acesa o computador
ligado os celulares a geladeira o fogão os filhos
gritam e gritam na cidade grande não se divide
na cidade grande não se divide
na cidade grande não se divide

(e era preciso dizer no final
assim seja)

 

Antonio Rodrigues, dezembro 2015

 

…………………….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s