Entre…
#7 Edição / literatura / poesia

Entre…

“Em Noiva, Rezende investe no hibridismo do texto, e parece apontar à noção antiga de que a linguagem não é nem poesia nem prosa, mas seu intermédio. Verso, prosa, prosódia, especulações e diários de viagem são dispostos ao modo de pequenas esculturas textuais.”

Resenha do livro Noiva [Poema Performático]
de Renato Rezende. Por Guilherme Gonçalves Continue reading »