#2 Edição / cinema

CENTRO

 

(vazio-cheio, cheios vazios) a presença massiva ocupa mais que o pisado – o pensado, o sentido – ocupa até os espaços sonoros, extremamente ativo. o vazio deixado parece ampliado – sons expandidos – e preenche um espaço calmo, escondido.

 

Vitor Faria, janeiro 2014

 

…………………….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *