#10 Edição / poesia

Escovando os Dentes e o Sorriso com Ácido Sulfúrico

com uma teimosia incubada a 58 graus
me liquidifico , mix desprovido de inquietação.
contrário a obturações feitas a base de argamassa .

este urro da metrópole
. . . . . . . . . . . . . . . …………………….. não é extensão da nossa pulsação .
por isto
amigo &
amiga
estejam
debaixo da minha língua, amargo
tal um doce ácido lisérgico.
ser aluzcinação grudada nas minhas pupilas.

magnetita que brota na costela da minha montanha.
opala de fogo formada no dorso.

a gente é para ser galho de fogueira na serra do órgãos e no freezer dos dias.

aqui na Terra

mandíbula e maxilar

fazem de tudo para se contorcerem mais para o verbo gritar

do que para o verbo sorrir.

Sentimento de ânimo
diante do rolo compressor do século vinte e um

é
água de pia escorrendo no rosto durante a manhã escura do Mundo.

Matheus Mineiro, setembro 2014

 

…………………….

0 thoughts on “Escovando os Dentes e o Sorriso com Ácido Sulfúrico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *